Adubação: A Lanço ou Foliar em seu gramado?

Adubação: A Lanço ou Foliar em seu gramado?

Recentemente, surgiram diversos questionamentos sobre a escolha entre a adubação a lanço ou foliar para a grama. Antes de tomar qualquer decisão, é imprescindível avaliar o estado atual do gramado, compreender o objetivo e, com base nessas informações, determinar o tipo mais adequado da adubação para a grama. Para simplificar essa escolha, destaque-se as informações a seguir:

O que é a Adubação a Lanço?

Primeiramente, vamos entender o que é a adubação a lanço. A adubação a lanço nada mais é do um método de aplicação de fertilizantes ou adubos em uma área agrícola, jardim ou gramado de maneira uniforme e dispersa, geralmente utilizando um equipamento chamado espalhador de adubo. Nesse método, os adubos são espalhados sobre a superfície do solo de forma ampla e confiável, permitindo que eles caiam sobre uma área de cultivo de maneira relativamente uniforme.

A adubação a lanço é especialmente útil quando você deseja fertilizar grandes áreas de maneira eficiente. Ela pode ser usada em culturas ao céu aberto, campos agrícolas extensos, pastagens e gramados. No entanto, é importante que a distribuição do adubo seja feita de maneira uniforme para evitar concentrações excessivas ou deficiências de nutrientes em diferentes partes da área.

Para garantir uma adubação a um lançamento eficaz, os agricultores e proprietários geralmente usam equipamentos adequados, ajustam a taxa de aplicação de acordo com as necessidades da cultura ou gramado e as instruções específicas de adubação para evitar desperdícios e maximizar o uso dos nutrientes.

Como funciona a da Adubação a lanço?

A adubação a lanço é realizada completamente com fertilizantes granulados, sejam simples ou compostos, mediante o uso de uma adubadora. Após a distribuição, é essencial conduzir uma irrigação generosa, exceto quando se trata de alguns fertilizantes de liberação lenta, os quais não acarretam riscos de queimaduras (fito toxidez). Nesse tipo de adubação, incorpora-se uma quantidade substancial de fertilizantes, os quais, por meio da irrigação ou das chuvas, infiltram-se no solo até atingirem o nível das raízes. A partir de diversas reações, os nutrientes ficam disponíveis na solução do solo, prontos para serem absorvidos pelo sistema radicular da grama.

As quantidades oscilam entre 20g a 30g por metro quadrado, variando conforme o fertilizante. Esse tipo de adubação resulta em um aumento notável na disponibilidade de nutrientes, frequentemente aceitava de forma significativa para o desenvolvimento exuberante do gramado. É fundamental ressaltar que esse resultado está diretamente relacionado ao nível de avanço do sistema radicular da grama, já que é por meio desse sistema que os nutrientes fornecidos são absorvidos.

O que é a Adubação Foliar?

A adubação foliar é um método de fertilização em que os nutrientes são aplicados diretamente nas folhas das plantas, em vez de serem aplicados no solo. Isso é através de uma solução de nutrientes que é pulverizada sobre as folhas feitas das plantas. Os nutrientes contidos na solução são absorvidos pelas folhas e transportados para dentro da planta, onde são usados ​​para promover o crescimento e o desenvolvimento.

A adubação foliar é usada quando as plantas têm necessidades específicas de nutrientes ou quando há alguma limitação na absorção de nutrientes pelo sistema radicular no solo. Ela pode ser uma maneira eficaz de fornecer nutrientes rapidamente às plantas, especialmente em situações de deficiência nutricional.

No entanto, é importante notar que a adubação foliar não substitui completamente a adubação do solo. Ela é frequentemente usada como um complemento à adubação tradicional do solo, que fornece uma base sólida de nutrientes para as plantas. A adubação foliar é mais comumente utilizada em culturas de alto valor, onde a maximização da produção e da qualidade dos produtos é essencial.

Como funciona a da Adubação foliar?

Realizada, em sua maioria, com fertilizantes líquidos ou solúveis em água, podendo também ser simples ou compostos. Para essa modalidade, usa-se pulverizadores. Os nutrientes são absorvidos pelo meio das folhas, garantindo uma absorção rápida e eficaz. No entanto, as práticas aplicadas são menores e não desencadeiam grandes incrementos no desenvolvimento da grama.

 Esse tipo de adubação é, frequentemente, empregado para corrigir deficiências de nutrientes ou micronutrientes, ou até mesmo para manter o gramado em condições ideais.

Quando aplicado nas dosagens recomendadas, não há risco de queimaduras e, por conseguinte, não é necessário realizar irrigação logo após a aplicação. É um método bastante difundido em gramados esportivos, especialmente nos greens de golfe.

Quais as vantagens da adubação a lanço e a foliar?

Adubação a Lanço

A adubação a lanço é normalmente realizada durante os processos de recuperação de gramados ou quando se busca seu ritmo de crescimento. É crucial que o gramado possuísse um sistema higroscópico radicular, e a irrigação logo após a aplicação se torna imperativa para garantir os melhores resultados.

Adubação Foliar

A adubação foliar é empregada com o intuito de correção ou manutenção simples, evitando um crescimento exagerado do gramado. Caracteriza-se pela sua facilidade de aplicação, gerando resultados suaves e quase imediatos (aproximadamente em 3 a 4 dias). Esse método é especialmente indicado quando o gramado apresenta um desenvolvimento radicular limitado, como é o caso de áreas recém-plantadas ou gramados com problemas no sistema radicular.

Veja mais

Grama

Grama como é o seu crescimento no solo

As gramas pertencem a família das gramíneas que são compostas por mais de 10.000 diferentes espécies de gramas, e a “forma” como os gramados crescem no solo, definem caraterísticas importantes para cada gramado. Esse tipo

Leia mais »

Alerta de golpe

Atenção, alertamos que há pessoas se passando por vendedores da Qually Grama e cometendo o crime de estelionato, tomem cuidado!

Fique atendo e só entre em contato pelos nossos canais oficiais: @QuallyGrama